EXPEDIENTE ANUNCIE FALE CONOSCO
-->
10 de novembro de 2017
publicado às 11h44
Steven Seagal, acusado de assédio sexual por Portia de Rossi

 

Steven Seagal, acusado de assédio sexual por Portia de Rossi

A atriz Portia de Rossi se uniu nesta quinta-feira às mulheres que denunciaram assédio sexual no mundo de Hollywood e adicionou um novo nome à lista de acusados: Steven Seagal. A intérprete contou no Twitter seu frustrado encontro com o diretor e ator.

De acordo com a atriz, que nasceu na Austrália, em 1973, ela realizou uma audição final com Seagal no escritório do diretor, embora não tenha indicado onde ou quando aconteceu. “Ele me disse o quão importante era ter química fora da tela, enquanto se sentava em cima de mim e desabotoava a calça de couro”, contou a atriz, esposa da famosa apresentadora norte-americana Ellen Degeneres. De Rossi saiu do escritório e chamou seu representante, que simplesmente respondeu: “Bem, é que não sabia se era seu tipo”.

Há alguns dias, a atriz Julianna Margulies, protagonista da série The Good Wife, contou em um programa de rádio uma experiência semelhante com Seagal nos anos noventa, no quarto de um hotel em Nova York, onde ele estava hospedado. Quando chegou, o diretor mostrou que tinha uma arma de fogo. “Saí de lá ilesa, não sei como. Gritei para sair dali”, afirmou Margulies.

O mundo de Hollywood, após o escândalo envolvendo o produtor Harvey Weinstein, acusado por dezenas de mulheres em diferentes casos de agressão sexual, está imerso em uma enorme polêmica diante da constante enxurrada de novas acusações de abuso e assédio sexual. As acusações atingem atores como Kevin Spacey e Dustin Hoffman, e cineastas como Brett Ratner, James Toback, bem como Seagal. Informações do El País.

 

 

Comentários 
0

Comentários encerrados.

Comente usando sua conta no FACEBOOK