EXPEDIENTE ANUNCIE FALE CONOSCO
-->
8 de abril de 2013
publicado às 07h54
TRE do DF abre agenda para recadastramento biométrico

O TRE-DF (Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal) abriu a agenda para recadastramento biométrico obrigatório em maio e junho. O agendamento permite ao eleitor a marcação prévia de data e hora para efetuar o recadastramento eleitoral. Segundo o Assessor de Planejamento do TRE-DF, Marcello Soutto Mayor, a abertura do agendamento para maio e junho visa atender à crescente demanda.

Quando for ao cartório eleitoral, conforme data e hora agendados, o eleitor terá seus dados coletados biometricamente, como as impressões digitais de todos os dedos das mãos, além da foto e assinatura digitais. Ao mesmo tempo, o eleitor irá atualizar dados cadastrais, como o endereço, por exemplo.  

Quase 64 mil já se recadastraram

Até o fim desta quinta-feira (4), 63.955 pessoas – de um total de 1.864.186 eleitores – já tinham feito o recadastramento para votar em 2014, segundo o TRE. Quem for se recadastrar deverá realizar o agendamento pelo endereço eletrônico http://www.tre-df.jus.br/  ou pelo telefone (61) 3048-4000, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h.  O posto eleitoral do Na Hora, na Estação Rodoviária, atende das 7h30 às 18h30. Para facilitar o atendimento, deverá ter em mãos o número do título.
Além do título de eleitor, deve ser levado um documento de identificação oficial e um comprovante de residência. A liberação do agendamento para o mês de julho está prevista para 15/06/2013. 

Biometria

O objetivo do tribunal é que até 31 de março de 2014 sejam recadastrados biometricamente 100% do eleitorado do DF.  O novo sistema reduz a possibilidade de fraude, amplia a segurança e dá celeridade ao processo de identificação do eleitor no dia da votação. O recadastramento é obrigatório a todos os eleitores, inclusive para aqueles cujo voto é facultativo, sob pena de terem o título cancelado.
Os analfabetos, maiores de 70 anos e os menores entre 16 e 18 anos, caso possuam o título eleitoral, mesmo que não sejam obrigados a comparecer às urnas, devem se recadastrar, pois, se não o fizerem, ficarão impedidos de votar.

Além do cancelamento do título de eleitor e de não poderem exercer o direito de voto, aqueles que não se recadastrarem até 31 de março de 2014, dentre outras medidas restritivas, não poderão tirar passaporte nem assumir cargo público enquanto estiverem em dívida com a Justiça Eleitoral. Informações do R7.

Notícias Relacionadas
Comentários 
0

Comentários encerrados.

Comente usando sua conta no FACEBOOK